DICAS

Cuidados bucais na gravidez

Preparar o enxoval, visitar o médico, fazer adaptações na rotina alimentar… são inúmeras as tarefas da mulher quando ela descobre que está grávida, mas há um detalhe que muitas vezes passa batido: a saúde bucal. Isso acontece, pois, nesse período, algumas mulheres acabam diminuindo os cuidados com a higiene da boca, pois voltam sua atenção a questões como pré-natal e cuidados com o bebê recém-nascido.

A gravidez é um momento de mudanças hormonais, corporais e metabólicas para que o bebê se desenvolva de maneira saudável e algumas delas afetam negativamente os dentes, a língua e a gengiva da mulher. Portanto, é essencial que a mulher que deseja engravidar, vá ao dentista, trate todas as cáries e demais problemas que existirem.

Já para aquelas que descobrirem a gravidez, o ideal é iniciar o tratamento entre o 4º e 6º mês, visto que no primeiro trimestre o bebê está em formação e após o 6º mês pode haver desconforto em razão da posição em que a mulher fica na cadeira do consultório e enjôos. A medida se faz necessária, pois a boca é a porta de entrada de várias doenças que podem prejudicar a saúde da futura mãe e do bebê.

Antes de tudo é preciso explicar certos aspectos envolvendo a saúde bucal da mulher nesse período. Por exemplo, a gravidez não causa mais cáries à mulher, o que acontece é que, por consumir alimentos ricos em carboidratos ou não higienizar devidamente a boca por estar envolvida com outras questões da gravidez, a mulher fica propensa a desenvolver cáries com maior facilidade e caso as mesmas não sejam tratadas, podem ser transmitidas para o bebê. Da mesma forma, a mulher não perde cálcio durante a gravidez, visto que o mineral é adquirido através de uma boa alimentação e através dos dentes.

Por ser um período de muitos enjôos e azia, o suco gástrico presente no estômago pode chegar à boca, causando assim, erosão do esmalte do dente e sensibilidade. Outro aspecto que merece atenção são as inflamações da gengiva, comuns na gravidez, mas que se acontecerem em grande frequência, precisam ser tratadas. Já os exames de raio-X são evitados durante a gestação, sendo realizados apenas em caso de extrema necessidade e obrigatoriamente com aventais de chumbo para evitar a radiação.

É importante frisar que a má higienização da boca pode causar periodontite e outras doenças na gengiva e fazer com que as bactérias tenham acesso ao sistema circulatório e o bebê nasça abaixo do peso e até mesmo prematuro.

Após a visita ao dentista, é essencial que a mulher coloque em prática certas ações como:

A gravidez diz respeito a uma série de mudanças na vida e no corpo da mulher, porém, o período não precisa afetar negativamente a sua saúde bucal. Para que todo o processo aconteça da melhor forma possível, a futura mãe deve visitar o dentista e informá-lo sobre a gravidez, medicamentos que esteja tomando, hábitos, histórico, etc.

Dessa forma, o profissional será capaz de adotar as medidas necessárias para realizar o tratamento mais adequado, sugerir medicamentos seguros, minimizar possíveis efeitos colaterais e orientar a mulher quanto aos cuidados necessários depois que o bebê nascer, visto que ela pode transmitir bactérias e aumentar os riscos do filho desenvolver doenças bucais.

Futura mamãe, visite a Catunda Odontologia para receber orientação de acordo com as suas necessidades para que você possa curtir a sua gravidez com segurança e muito amor. Venha nos fazer uma visita, estamos te esperando.